Couto critica derrota de emenda que garantia 10% de vagas para mulheres

Publicado por em 23 de junho de 2015

O deputado federal Luiz Couto (PT-PB) demonstrou sua indignação nesta quarta-feira, 17, com a derrota da emenda que garantia 10% das vagas para as mulheres no legislativo. Foram apenas 293 votos a favor do texto, mas o mínimo necessária era de 308. Houve 101 votos contrários e 53 abstenções.

Em discurso proferido na Câmara dos Deputados, em Brasília, o petista criticou a atitude de muitos líderes partidários que haviam assumido o compromisso de aprovar a mudança, mas depois, liberaram suas bancadas. “Estou indignado e triste com essa decisão, mas fiquei mais triste, indignado e envergonhado com os comentários que ouvi por parte de alguns parlamentares, com linguagem chula, sobre as mulheres”.

Luiz Couto repreendeu seus colegas que votaram contra a emenda e viu na atitude uma grande contradição: “Todo mundo diz que é importante a participação da mulher na política, na cultura, na educação, na economia, mas, na hora de votar, não reconhecem aquilo que elas já têm, 9% de participação no Legislativo. Seria apenas mais 1%. Aliás, a mulher tem muito mais sensibilidade que o homem.Eu sempre digo: nós homens temos cinco sentidos. A mulher tem o sexto sentido, que é o sentido da sensibilidade. E, quando essa mulher é mãe, tem o sétimo sentido, porque ela consegue entender o coração, a mente e as entranhas dos filhos que muitos de nós homens não conseguimos entender”.

O deputado federal paraibano espera que a emenda possa ser resgatada no segundo turno, ou no Senado Federal. “As mulheres são maioria no Brasil e devem estar sempre bem representadas neste Parlamento”.



Comentários Fechados

Publicidade