Metade dos “Achados e Perdidos” do São João ainda não foram resgatados

Publicado por em 16 de julho de 2013

pulico_pqCom quase 300 ocorrências registradas durante o período do Maior São João do Mundo, o serviço de “Achados e Perdidos”, instalado no Parque do Povo pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), efetuou a devolução de 48% de todos os objetos coletados. Os demais 52% que ainda não foram devolvidos estão guardados no Espaço Cidadão, instalado no mercado público das Malvinas, esperando que os proprietários realizem o resgate.

O Espaço Cidadão funciona no horário das 7h às 17h30, sem fechar no horário do almoço. Para resgatar o objeto perdido, é preciso apresentar um documento de identificação. De acordo com o relatório produzido pela coordenação do serviço de Achados e Perdidos, 43% dos objetos perdidos foram documentos de habilitação; 20%, documento de identidade; 15% todos os documentos; 12% de CPF; 1% celular; 1% cartões de banco; 1% óculos e 7% outros.

O relatório também identificou que a maioria das vítimas com objetos perdidos era de Campina Grande, representando 72% do total. Também foram registrados pertences de turistas de Pernambuco (6%), São Paulo (4%), Rio de Janeiro (4%), Rio Grande do Norte (3%), Minas Gerais, Brasília, Alagoas e Ceará, com 2% cada, e Pará, Portugal e Argentina, com 1% cada.

O serviço também registrou a ocorrência de duas crianças perdidas. Ambas foram devolvidas à família na mesma noite do registro. Nos dois casos, as crianças conheciam o número do telefone dos pais.



Deixe seu comentário


Publicidade