Paraíba dobra o número de mortes que podem ter sido causadas por microcefalia

Publicado por em 12 de janeiro de 2016

AedesO número de casos de microcefalia na Paraíba saltou de 504 para 569 em uma semana, assim como o número de mortes que podem ter sido causadas pela doença, que saiu de cinco para 10. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde, nesta terça-feira (12), e revelam também um aumento no número de cidades afetadas pelos casos suspeitos, que antes eram 99 e agora são 104.

A microcefalia é relacionada à zika, doença provocada pelo zika vírus e que é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo que provoca a dengue a febre chikungunya.

No Brasil, os dados do Ministério da Saúde apontam que Pernambuco continua como estado com maior número de casos suspeitos (1.236), o que representa 35% do total registrado em todo o país. Em seguida, estão os estados da Paraíba (569), Bahia (450), Ceará (192), Rio Grande do Norte (181), Sergipe (155), Alagoas (149), Mato Grosso (129) e Rio de Janeiro (122).

O Ministério da Saúde mantém a orientação para que gestantes adotarem medidas que possam reduzir a presença de mosquitos transmissores de doença, com a eliminação de criadouros, e proteger-se da exposição de mosquitos, como manter portas e janelas fechadas ou teladas, usar calça e camisa de manga comprida e utilizar repelentes permitidos para gestantes.

Fonte: Portal Correio



Deixe seu comentário


Publicidade