Paraibano de Boxe marca a volta de Muhammad Al Mesquita aos ringues

Publicado por em 30 de julho de 2016

Al MesquitaO sábado será de muito boxe na Academia Mesquita Brothers, no Bessa. A segunda etapa do Campeonato Paraibano marca a volta de Muhammad Al Mesquita aos ringues, interrompendo uma aposentadoria de doze anos. O ex-campeão brasileiro de boxe faz a luta principal da noite contra o pernambucano Isaac Abreu, na preparação para o combate de 21 de outubro contra o campeão alagoano Rock Júnior, valendo o cinturão interestadual.

– A expectativa é muito grande para essas duas lutas. Aceitei essa proposta para alavancar o boxe na Paraíba e ajudar na carreira do meu filho, Muhammad Mesquita Filho, que está invicto no boxe amador depois de 58 lutas e agora vai se profissionalizar em outubro – explicou.

 Você imagina um atleta que parou 12 anos e quer voltar a competir. Como está a carenagem (risos)? Mas costumo dizer que quem for ver os combates não verão em ação o velho Mesquita, e sim o novo Mesquita. Quero mostrar que o boxe é lindo, é maravilhoso
Muhammad Al Mesquita, ex-campeão brasileiro de boxe

É a chance para a nova geração ver o campeão em ação. Afinal, Mesquita foi durante muito tempo uma das referências do pugilismo nordestino, e chegou a disputar (e ganhar) um título mundial, embora por uma entidade de menos prestígio. Mesquita leva a sério a preparação, e treina todos os dias na academia – até outubro, terá que perder 15kg para enfrentar Rock Júnior.

 – Você imagina um atleta que parou 12 anos e quer voltar a competir… Como está a carenegem (risos)? Mas costumo dizer que quem for ver os combates não verão ação o velho Mesquita, e sim, o novo Mesquita. Quero mostrar que o boxe é lindo, é maravilhoso.

A preparação de Mesquita foi atrapalhada esta semana pela polêmica envolvendo a prisão deAntonio (Ahmed) Andrade dos Santos Junior, ex-aluno de sua academia, suspeito de ligação com o Exército Islâmico. O pugilista lamentou o fato e tratou de encerrar o assunto.

Muhammad Al Mesquita e o filho: amor pelo boxe passa de geração para geração (Foto: Reprodução / TV Cabo Branco)

– Não existe envolvimento (da academia) com o terrorismo. Só que estamos num ano de Olimpíada, e a Polícia Federal tomou certas precauções. E acabou prendendo o rapaz. Ele é muçulmano, e que estudou muito a questão islâmica. O problema é quando você sai da luz e vai para a escuridão. Agora será julgado. O que tenho a dizer é que o mundo não é para terrorista e que todo terrorista não tem nada a ver com a fé – completou Mesquita.

A programação do Campeonato Paraibano de Boxe começa às 18 horas, e inclui apresentações de muay thai, taekwondo e kung-fu. A luta de Mesquita está prevista para começar às 21 horas.

Fonte: Globo Esporte.com/PB



Deixe seu comentário


Publicidade