Polícia confirma novos ataques a ônibus em São Luís

Publicado por em 20 de maio de 2016

Dois ônibus foram atacados na manhã desta sexta-feira (20) no Bairro João de Deus e Primavera, em São Luís. Este foi o sexto ataque registrado em menos de 24 horas. Apesar da tentativa de incêndio, o fogo conseguiu ser controlado e os veículos não foram consumidos.

Na noite de quinta-feira (19), quatro veículos foram incendiados na Região Metropolitana De São Luís. Na ocasião centenas de usuários acabaram sendo surpreendidos com a medida.

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão (Sttrema) informou que após reunião entre o presidente e demais diretores da entidade, realizada durante esta manhã, ficou decidido que a proporção que mais ônibus forem atacados, a frota da linha em questão será recolhida e os veículos levados para as garagens, até que a situação seja normalizada.

Ônibus da linha Coroadinho / Bom Jesus foi alvo de ataque nesta manhã (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

De acordo com informações da Polícia Militar, a tentativa de incêndio ocorreu por volta das 11h30 no ponto final da linha Coroadinho / Bom Jesus no bairro Primavera. O motorista, com ajuda da população, conseguiu controlar as chamas e evitar que o veículo fosse consumido.

O primeiro ataque do dia ocorreu por volta de 7h10. O ônibus que fazia linha São Bernardo-João de Deus foi abordado pelos suspeitos nas proximidades da Avenida Santos Dumont. O próprio motorista controlou as chamas com o extintor de incêndio do veículo.

O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de São Luis (SET) confirmou que manterá a circulação da frota dentro da normalidade. A empresa 1001 resolveu recolher os veículos que fazem linha Coroadinho e Pão de Açúcar devido aos últimos ataques.

Prisões de incendiários
A Secretaria de Segurança Pública confirmou a prisão de 14 pessoas por suspeitas de participação do ataque ocorrido nesta quinta-feira (19). Os nomes, no entanto, ainda não foram divulgados pela polícia. Dois deles participaram dos ataques em 2014. Todos foram autuados em flagrante ainda pela manhã. A apresentação dos suspeitos ocorre pela tarde, às 14h30.

O secretário de Segurança Pública Jefferson Portela garantiu que todo o efetivo foi acionado para garantir a segurança da população e que os esforços são para identificar os mandantes dos ataques.

Ordem veio de Pedrinhas
Portela ainda confirmou que as ordens dos ataques foram feitas de dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Ainda de acordo com o secretário, todos os mandantes foram identificados e serão devidamente interrogados.

“Há uma organização criminosa por trás dos ataques e vamos identificar e punir os autores desses atos covardes. O núcleo desses organizados como sempre está lá. Existem várias maneiras deles se comunicarem: via telefone, visitas que podem ser portadores dessas ordens. O que importa é identificar o autor intelectual e ele vai sentir as consequências” afirmou.

As investigações serão comandadas pelo Departamento de Combate ao Crime Organizado da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), segundo informou Portela.

Fonte: G1



Deixe seu comentário


Publicidade