Rio 2016 recebe chama olímpica em estádio em Atenas: “Estamos prontos”

Publicado por em 27 de abril de 2016

Chama OlimpicaA chama olímpica, enfim, está nas mãos do Rio. A 100 dias dos Jogos, o comitê Rio 2016 recebeu a flama nesta quarta-feira. Em cerimônia realizada no centenário estádio Panatenaico, o revezamento na Grécia chegou ao fim, e a chama foi passada para Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico do Brasil e do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro.

Em Atenas, além de Nuzman, o Brasil esteve representado por Ricardo Leyser, ministro do Esporte. O estádio Panatenaico, sede dos Jogos de 1896 e 2004, contou com um bom público para presenciar a cerimônia.

Na Grécia, a chama percorreu 2.235km em 27 cidades, com 450 condutores. De Atenas, a flama segue para a Suíça e, na sequência, para o Brasil, onde chega no dia 3 de maio e percorrerá mais de 300 cidades até a cerimônia de abertura, no dia 5 de agosto.

Nuzman recebe a chama olímpica das mãos de Spyros Capralos (Foto: REUTERS/Alkis Konstantinidis)

O evento seguiu o protocolo oficial, repetido a cada edição dos Jogos. No horário marcado, às 12h (horário de Brasília), as bandeiras de Brasil e Grécia entraram no centenário estádio. As arquibancadas não estavam lotadas, mas um bom número de pessoas assistia à cerimônia.

Um coro de crianças, então, apresentou os hinos nacionais do Brasil e da Grécia. Na sequência, a alta sacerdotisa, representada pela atriz  Katerina Lehou, e as sacerdotisas entraram no estádio carregando a tocha olímpica. Os últimos a carregarem a tocha na Grécia circularam com ela pelo estádio até que a pira local fosse acesa, pela campeã mundial de remo, Katerina Nikolaidou.

Na sequência, o hino olímpico foi executado. Após coreografia realizada pelas sacerdotisas,  Spyros Capralos, presidente do Comitê Olímpico Helênico, fez um discurso destacando a passagem da tocha pela Grécia. Nuzman, então, também fez seu discurso.

Pira do estádio grego é acesa por Katerina Nikolaidou (Foto: REUTERS/Alkis Konstantinidis)

– O Rio está pronto para fazer história. Estamos prontos, porque nunca estamos sozinhos. Sem a ajuda do presidente do COI e toda sua equipe, estaríamos sem rumo. Sabíamos sempre que o governo e o povo brasileiros estariam nos apoiando. Os Jogos Olímpicos pertencem a todos os povos de todas as idades. Queremos manter a promessa de fazer todas as pessoas participarem dos Jogos. O Brasil aguarda pela chama olímpica com muita paixão e estaremos lá em breve. Quando chegarmos, vamos entregar a promessa de levar a experiência olímpica para todas as fronteiras do país – afirmou.

Cerimônia contou com apresentação de sacerdotisas (Foto: REUTERS/Alkis Konstantinidis)

Na sequência, a alta sacerdotisa acendeu a tocha novamente na pira olímpica e passou para o presidente do comitê grego. Capralos, então, passou oficialmente a chama para as mãos de Nuzman. Guardada em uma lamparina, a flama seguirá para a Suíça ainda nesta quarta-feira.

Cerimônia contou com bom número de público no estádio (Foto: Reuters)
Fonte: Globo Esporte.com


Deixe seu comentário


Publicidade