Sistema desenvolvido na UFCG permite monitorar focos do Aedes aegypti

Publicado por em 23 de maio de 2016

Trabalho ficou entre os melhores apresentados no Simpósio Brasileiro de Sistemas de Informação 2016

O Brasil vem vivenciando nos últimos anos uma epidemia de dengue, zika e chikungunya, doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Pensando em contribuir para o monitoramento e eliminação de focos do mosquito, pesquisadores da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) desenvolveram o sistema DeuZikaChico.

O sistema faz uso de tecnologias de geoprocessamento, plataformas móveis, crowdsourcing, redes sociais e pode ser usado pela comunidade para denunciar a localização dos focos do mosquitos, cadastrar as visitas dos agentes de saúde em suas residências e, assim, contribuir para a ação dos agentes públicos. 

O trabalho foi desenvolvido no  Laboratório de Sistemas de Informação da Unidade Acadêmica de Sistemas e Computação da UFCG, contando com a coordenação do professor Cláudio de Souza Baptista e dos alunos de graduação, mestrado e doutorado – Maxwell Guimarães de Oliveira, André Luiz Firmino Alves, Daniel Farias Batista Leite, Júlio Henrique Rocha, Luiz Henrique de Andrade, Brunna de Sousa Pereira Amorim e  José Nathaniel Lacerda de Abrante.

A pesquisa DeuZikaChico: o poder da AGI no monitoramento e combate de epidemias como a de Dengue, Zika e Chikungunya foi apresentada no Simpósio Brasileiro de Sistemas de Informação 2016, realizado de 17 a 20 de maio em Florianópolis, Santa Catarina, e ficou entre os seis melhores artigos apresentados no evento. Os artigos serão publicados em uma versão estendida da Revista Brasileira de Sistemas de Informação (iSYS).

O sistema pode ser visualizado em: deuzikachico.com

Fonte: Ascom

 



Deixe seu comentário


Publicidade