TERMÔMETRO OLÍMPICO

Publicado por em 26 de julho de 2016

Rio 2016Faltando dez dias para os Jogos, o termômetro olímpico chega a sua última edição. O Brasil jamais chegou em uma edição do evento com tantas chances de medalhas, então a tendência é que consiga fazer uma participação histórica.

As principais chances de medalhas são em modalidades tradicionais no país, casos de vôlei, judô e vela. A exceção nesta lista é Isaquias Queiroz, da canoagem, que pode sair com três medalhas.

Mas nunca o Brasil chegou tão bem em tantas modalidades. Luta, levantamento de peso, tiro com arco, esgrima, tênis, handebol e polo aquático, esportes que nunca foram ao pódio, estão com chances.

O objetivo de ser top 10 no quadro de medalhas tem tudo para ser alcançado.

As chances

FAVORITOS AO OURO

1
Larissa e Talita
VÔLEI DE PRAIA
A dupla encerrou, há 20 dias, o tour europeu com a medalha de ouro no Major da Suíça com direito a vitória na final por 2 a 0 contra Walsh, tricampeã olímpica, e Ross. No ano, foram três triunfos e um revés contra as americanas. O time evoluiu muito nas última semanas e é favorita ao ouro nos Jogos
2
Bruno e Alison
VÔLEI DE PRAIA
Depois de quatro semifinais seguidas em etapas do Circuito Mundial, a dupla caiu nas oitavas de final da etapa da Suíça há 20 dias. Apesar do resultado, a dupla brasileira segue como favorita ao título devido aos resultados conseguidos durante o ano, na temporada passada, que lhe renderam a liderança. É o time mais regular do mundo.
3
Arthur Zanetti
GINÁSTICA
argolas
O brasileiro vem conseguindo uma ótima regularidade nas suas notas, sempre na casa dos 15,800. Há dois meses, foi ouro no evento-teste, batendo na decisão o grego campeão mundial no passado. As apresentações pelo mundo em diversas competições não estão tão espetaculares, ou seja, Zanetti chegará ao Rio como favorito ao título
4
VÔLEI
masculino
Na semana que passou, Bernardinho cortou Murilo, Tiago e Isac. A seleção conseguiu ótima campanha na Liga Mundial, terminando com o vice-campeonato há dez dias, perdendo apenas para a Sérvia, time que sequer vai para a Olimpíada. No caminho até a final, time derrotou a Polônia, EUA, França e Itália.

CANDIDATOS AO OURO

5
VÔLEI
feminino
A seleção ganhou, há 15 dias, o Grand Prix, última grande competição antes da Olimpíada. O triunfo veio com um 3×2 na final sobre as americanas, atuais campeãs mundiais. Na semana passado,Zé Roberto cortou Camila Brait, Tandara e Roberta, fechando o time com quatro centrais e só uma oposta.
6
Robert Scheidt
VELA
classe Laser
Há dez dias, venceu com tranquilidade uma competição que envolveu praticamente todos seus rivais na Olimpíada. Embora não tenha feito um grande mundial esse ano, foi ao pódio na Copa do Mundo de Miami e no Trofeo Princesa Sofia.
7
Mayra Aguiar
JUDÔ
categoria até 78kg
Teve um 2016 muito bom, com destaque para o título no Grand Slam de Paris e para a prata no Masters de Guadalajara. No confronto com a campeã olímpica Kayla Harrison, venceu uma vez e perdeu duas nesta temporada. Provavelmente, será a cabeça de chave número 3 da Olimpíada.
8
Isaquias Queiroz e Erlon Souza
CANOAGEM
Tem totais condições de conquistar três medalhas na Olimpíada. Há dois meses, teve um resultado ruim na Copa do Mundo da Alemanha, mas dentro do esperado visto o momento de treinos. É um dos favoritos no C1 1000m, um dos candidatos no C2 1000m (com Erlon) e está na briga também no c1 200m.
9
Ana Marcela
ÁGUAS ABERTAS
Há um mês, ficou na quarta posição na etapa da Hungria do Circuito Mundial, que envolveu as principais atletas do mundo. O pódio escapou na batida da mão, assim como uma sequência de oito pódios seguidos em provas de 10km. Sua regularidade é muito grande, por isso é uma das principais favoritas ao pódio.
10
Sarah Menezes
JUDÔ
categoria até 48kg
Vive uma ótima fase, foi ao pódio nas seis últimas competições que disputou. Há um mês, ficou com a prata no Masters de Guadalajara, caindo diante da japonesa na decisão. A má fase vivida em 2015 passou.
11
FUTEBOL
masculino
A seleção já está treinando para a Olimpíada em Teresópolis. O time é um dos favoritos ao ouro, principalmente pelo fato das estrelas Cristiano Ronaldo, Messi e Ibra não virem ao Brasil para os Jogos.
12
Martine e Kahena
VELA
classe 49er
Em um torneio do Rio, que está envolvendo algumas das melhores duplas do mundo, o time ficou em quarto lugar. Foram campeãs mundiais em 2014 e prata em 2013 e 2015. Campeãs no evento-teste, no RIo de Janeiro, o que mostra que conhecem bem o local de provas. Neste ano, ficaram com a prata na Copa do Mundo da França.
13
Robson Conceição
BOXE
categoria até 60kg
Há um mês, conquistou a medalha de ouro em um torneio disputado em Cuba. Não precisou passar por tantos adversários, mas o título empolga. No Mundial de 2013, ficou com a prata. Em 2015, foi bronze. É um dos favoritos ao ouro nos Jogos do Rio.
14
Fernanda e Ana Luiza
VELA
classe 470
Nesta semana, a dupla disputou uma competição no Rio, que contou com homens e mulheres, e ficou em terceiro lugar. É a embarcação mais regular do Brasil neste ano entre todas as classes da vela. São quatro pódios seguidos em grandes eventos neste ano.
15
Érika Miranda
JUDÔ
categoria até 52kg
No ciclo olímpico, foi a judoca mais regular do país, ganhando medalhas nos Mundiais de 2013, 2014 e 2015. Em 2016, ainda não embalou, ficando fora do pódio em três competições. Está bem, mas não tão potente como no ano passado. É favorita ao pódio, não necessariamente ao ouro.
16
Fabiana Murer
ATLETISMO
salto com vara
Na semana que passou, desistiu de competir na Diamond League de Londres por conta de dores, mas nada que preocupe. É dona da melhor marca do mundo, feita há 20 dias no Troféu Brasil.
17
Bruno Fratus
50M LIVRE
natação
Há dez dias, anotou 21s8 em uma série de treinos nos EUA. Ótima marca para a época do ano. É a segunda vez que baixa dos 22s no ano. Parece estar em evolução.Não está tão bem quanto ano passado, mas tem marcas que o colocam na briga pelo pódio no Rio.
18
Bárbara e Ágatha
VÔLEI DE PRAIA
Optaram por não disputar a etapa da Suíça do Circuito Mundial, há dez dias. Não competem mais até a Olimpíada. Em toda temporada, tiveram um grande resultado, a prata na etapa de Hamburgo do Circuito..Em 2015, a dupla foi campeã mundial e, nesta semana, joga o Major da Suíça.
19
Marcelo Melo e Bruno Soares
TÊNIS
Na semana que passou, foram eliminados na estreia do ATP de Washington jogando juntos. Nesta semana, disputam o Masters de Toronto.
20
Maria Suelen
JUDÔ
categoria acima de 78kg
Vinha em grande fase, mas acabou em sétimo lugar no Masters de judô, disputado há um mês. Começou bem sua campanha, mas em seguida perdeu para a campeã olímpica Idalys Ortiz por punição nas quartas de final. Neste ano, venceu duas vezes a número 1 do mundo, o que mostra que está entre as fortes candidatas ao pódio.

VÃO BRIGAR POR MEDALHAS

21
Evandro e Pedro
VÔLEI DE PRAIA
Estão em franca evolução e, há 15 dias, foram campeões da etapa da Suíça do Circuito Mundial. Bateram medalhistas olímpicos e campeões mundiais no caminho até o título. Voltaram ao pódio depois de quatro competições sem ficar entre os três primeiros. Chegarão embalados para os Jogos do Rio. Ano passado, dupla foi bronze no Campeonato Mundial.
22
Thiago Pereira
200M MEDLEY
natação
Há um mês, conseguiu um ótimo resultado nos 200m medley e está com tempos parecidos com o dos melhores do planeta. Fez a melhor marca da vida nos 100m peito, o que é importante para o desempenho em sua principal prova. No ano passado, foi prata no Mundial.
23
HANDEBOL
feminino
A seleção, neste ano, conseguiu boas vitórias em amistosos, destaque para o triunfo contra a Dinamarca, mas perdeu para a Eslováquia, time sem tradição. Equipe está entre as candidatas, mas não exatamente a favorita ao título na Rio 2016.
24
Poliana Okimoto
ÁGUAS ABERTAS
Há um mês, ficou na sexta posição na etapa da Hungria da Copa do Mundo, que contou com as melhores do planeta. Neste ano, ganhou medalha em duas etapas da Copa do Mundo e ficou em quarto no Campeonato Nacional dos EUA, que envolveu oito das dez melhores do planeta.
25
Thiago Braz
ATLETISMO
salto com vara
Conseguiu mais outro bom resultado em torneio internacionais. Na Alemanha, saltou 5,90m e venceu um torneio com sua melhor marca na temporada. Está em ótima fase. Se repetir o feito na Olimpíada, provavelmente ficará no pódio
26
Robenilson de Jesus
BOXE
categoria até 56kg
Há um mês, conseguiu uma boa vitória sobre um chinês também candidato ao pódio nas Olimpíadas, em um torneio em Cuba. O boxeador terminou a competição com o bronze. Foi a primeira competição oficial dele no ano. Está entre os favoritos ao pódio na categoria.
27
Rafael Silva
JUDÔ
categoria acima de 100kg
Em forma, é favorito ao pódio nos Jogos do Rio. Neste ano, ganhou medalhas em quase todos os eventos que participou. Lutou o Masters “no sacrifício” e foi eliminado na estreia. Foi prata no Mundial de 2013 e bronze em 2014.
28
Diego Hypolito
GINÁSTICA
Está oficialmente convocado para a Olimpíada. Tem como melhor nota no ano o 15,600 feitos na eliminatórias na Copa do Mundo de São Paulo. O pódio olímpico deve girar na casa de 15,550. Portanto, Diego tem que ser quase perfeito para ir ao pódio no Rio. Seus rivais, no momento, estão um pouco acima.
29
NATAÇÃO
4x100m livre
Marcelo Chierighini, principal atleta do país na prova, conseguiu uma boa marca de 48s8 em uma tomada de tempo nos EUA, ótimo tempo para a época do ano.Time é, atualmente, o quarto ou quinto melhor revezamento do mundo.
30
Erica Sena
MARCHA ATLÉTICA
Está em ótima fase, foi quarta colocada no Campeonato Mundial disputado há 50 dias. No Mundial do ano passado, ficou em sexto. Já está entre as cotadas para o pódio. Há 20 dias, venceu o Troféu Brasil. Objetivo agora é ganhar velocidade em uma série de treinos na Europa.
31
Yane Marques
PENTATLO MODERNO
Há dois meses, terminou em 13º no Campeonato Mundial. Figurou entre as cinco primeiras até os últimos metros, mas cansou no fim. Foi prata no Mundial de 2013, bronze em 2015 e na Olimpíada de 2012. Disputou recentemente o Campeonato Italiano e perdeu só um jogo de esgrima.
32
Aline Silva
LUTA OLÍMPICA
categoria até 75kg
Há 15 dias, foi eliminada nas quartas de final do Grand Prix da Espanha, perdendo para um russa que está entre as melhores do mundo. No Mundial de 2014, ficou com a prata. No Mundial do ano passado, foi quinta colocada.
33
Victor Penalber
JUDÔ
categoria até 81kg
Ainda não embalou esse ano, após ter sido bronze no Campeonato Mundial do ano passado. Há um mês, foi desclassificado do masters após fazer uma catada de perna nos primeiros segundos de combate. Vai ser cabeça de chave nas Olimpíadas.
34
Felipe Wu
PISTOLA DE AR
tiro esportivo
Conseguiu, há um mês, a medalha de ouro na etapa de Baku da Copa do Mundo, vencendo o campeão olímpico e o líder do ranking. É o segundo título dele no ano, mas a irregularidade ainda pega, já que ficou fora da final em outras etapas do Circuito e também no evento-teste. É o líder do ranking mundial.
35
Felipe França
NATAÇÃO
100m peito
Vive uma ótima fase, conseguiu, há 15 dias, fazer 59s90 em uma tomada de tempo no Pinheiros. Está entre os candidatos ao pódio na Olimpíada, mas ainda não é favorito. Foi semifinalista nos Mundiais de 2011 e 2015, e na Olimpíada de 2012. O primeiro objetivo é ser finalista no Rio. Depois, dá para pensar em pódio.
36
Rafaela Silva
JUDÔ
categoria até 57kg
Tem talento de sobra e lutar em casa, na cidade onde nasceu, pode dar um grande empurrão, como aconteceu no Mundial de 2013 (foi campeã). Vive uma temporada de altos e baixos, em que chegou a vencer a campeã olímpica, mas ao mesmo tempo caiu diante de atletas de menor nível.
37
NATAÇÃO
4x100m medley masculino
Há dez dias, Chierighini fez uma boa marca nos 100m livre. Há duas semanas, Felipe França conseguiu bom tempo no nado peito. Se encaixar uma boa parcial de borboleta, entra na briga direta pelo pódio.

PODEM SURPREENDER

38
FUTEBOL FEMININO
feminino
Em amistoso, a seleção bateu a Austrália por 3 a 1. O início foi ruim, mas depois que uma atleta rival foi expulsa, o time encaixou bem os ataque e saiu com a vitória. China, Suécia e África do Sul são os adversários na primeira fase da Olimpíada.
39
Jorge Zarif
VELA
classe Finn
Depois de disputar a Classe Star na Semana de Vela de Ilhabela, participou há cinco dias de uma competição no Rio que envolveu alguns dos melhores do mundo e ficou em segundo. Neste ano, venceu a etapa de Miami da Copa do Mundo. Em 2013, foi campeão mundial.
40
HIPISMO
saltos
Equipe foi confirmada para a Olimpíada com Doda, Stephan, Pedro Veniss e Eduardo Menezes. Rodrigo Pessoa será o primeiro reserva. Time está entre os candidatos, mas não favoritos ao título.
41
Marcus Vinicius
TIRO COM ARCO
Não se apresentou bem na Copa do Mundo de Antalaya há um mês. Ficou em 65º entre os 220 atletas na primeira fase, depois caiu na segunda rodada do mata-mata. A equipe brasileira, sem ele, foi muito bem, terminando em quarto lugar.
42
Flavia Saraiva
GINÁSTICA
trave
Conseguiu uma apresentação muito boa na etapa de Anadia, há um mês, com o ouro na trave. Sua nota, 15,125 a coloca entre as candidatas ao pódio na Olimpíada. Também foi campeã no solo, mas essa nota não a coloca na briga pela medalha, apenas ajuda na prova por equipes e no individual geral. Optou, no último fim de semana, por não disputar o torneio da Holanda.
43
Arthur Nory
GINÁSTICA
barra fixa
Tem talento de sobra, foi convocado oficialmente para a seleção há 15 dias. Conseguiu ótimos treinos recentes, com boas notas na barra fixa. No Mundial do ano passado, foi quarto colocado.
44
Joedison Teixeira
BOXE
categoria até 64kg
Mais uma vez, ficou fora de uma competição com a seleção brasileira por problemas físicos. Ainda não lutou oficialmente neste ano. No ano passado, foi ouro no evento-teste, derrotando o medalhista de bronze do Mundial de 2015
45
BASQUETE
masculino
Anderson Varejão está machucado e pode ficar fora da Olimpíada. Sem ele, time jogou bem contra a fraca Romênia e conseguiu vitória em dois amistosos. Croácia, Lituânia, Nigéria, Argentina e Espanha são os rivais na primeira fase.
46
Revezamento 4x100m
ATLETISMO
Feminino
Sem Franciela, que ainda se recupera de lesão, quarteto ficou com a prata na Liga Diamante com o tempo de 42s59, boa marca. Time estará na briga, não como favorito, ao pódio no Rio.
47
POLO AQUÁTICO
Time participou há dez dias de um torneio amistoso e mostrou bastante evolução com relação à Liga Mundial. Ganhou de Japão (dando o troco da derrota na Liga), da Espanha e da França. Caiu diante de Montenegro e Itália em Jogos equilibrados..
48
GINÁSTICA
por equipes feminino
A nota que conseguiu no evento-teste coloca o time na briga pela quarta ou quinta posição na Olimpíada. Pode melhorar um pouco e surpreender. Há dez dias, algumas atletas participaram do torneio na Holanda. Destaque para a trave de Daniele.
49
Rebeca Andrade
GINÁSTICA
Há dez dias, terminou o torneio amistoso na Holanda com 57,250 pontos.Uma marca regular, mas as pontuações dadas na trave e no solo ficaram abaixo das obtidas na Copa do Mundo de Anadia. Os juízes estavam muito rigorosos com as brasileiras na Holanda. Para chegar ao pódio no individual geral, precisa fazer, pelo menos, 59 pontos.
50
Maria Portela
JUDÔ
até 70kg
Vive uma temporada de altos e baixos. Nos últimos meses, foi ao pódio em um Grand Slam e um Grand Prix, mas ao mesmo tempo não foi longe no Masters do México e ficou fora da final no Pan-Americanos
51
Tiago Camilo
JUDÔ
até 90kg
Perdeu na estreia do Masters de Guadalajara, eliminado por um russo que não é o titular do país. Não embalou em nenhum momento no ciclo olímpico, chegará aos Jogos como possível candidato ao pódio muito mais por sua história do que pelos resultados obtidos.
52
Rafael Buzacarini
JUDÔ
Categoria até 100kg
Foi confirmado como representante brasileiro na Olimpíada. Ganhou recentemente medalhas importante no Circuito Mundial e pode ser uma das gratas surpresas nos Jogos do Rio.
53
Mariana Silva
JUDÔ
Categoria até 63kg
Mostra evolução. Depois da medalha de prata no GP de Sansung, em abril, ganhou, há 20 dias, o título do Campeonato Pan-Americano, o primeiro de sua carreira. Melhorou muito seu nível nesta temporada e já está na lista das que podem surpreender.
54
Iris Sing
TAEKWONDO
categoria até 49kg
Esteve recentemente no Aberto da Áustria, mas acabou fora do pódio. Segue entre as seis melhores do ranking mundial. Nos últimos meses, passou um bom tempo na Coreia, principal potência do país.
55
Ana Sátila
CANOAGEM SLALOM
Conseguiu ficar entre as dez primeiras colocadas nas três etapas da Copa do Mundo. Mostrou regularidade. Faltam detalhes pequenos para entrar na briga direta pelo pódio olímpico.
56
HANDEBOL
masculino
Na semana que passou, a seleção fez um ótimo amistoso com a Dinamarca, vice-campeã mundial de 2013, e empatou após estar vencendo a maior parte do tempo. A primeira fase é contra Egito, Alemanha, Suécia, Eslovênia e Polônia.
57
Sérgio Sasaki
GINÁSTICA
Salto
Recuperado de lesão, conseguiu dois saltos excelentes em competição amistosa realizada entre Brasil e Suíça há 15 dias. O feito o coloca como possível (mas não provável) medalhista olímpico na prova.
58
HIPISMO
CCE
A equipe foi convocada e contará com Márcio Jorge, Ruy Fonseca, Marcio Appel e Carlos Paro. Atualmente, é a quinta ou sexta melhor equipe do mundo. Pode surpreender nos Jogos
59
Fernando Reis
LEVANTAMENTO DE PESO
categoria acima de 105kg
Não competirá mais até as Olimpíadas, mas vinha conseguindo levantar 445kg em treinos. Essa marca deve valer medalha nos Jogos
60
Renzo Agresta
ESGRIMA
Sabre
Há quase um mês, foi campeão pan-americano, derrotando esgrimistas americanos que estão entre os melhores do mundo. No ciclo olímpico, conseguiu algumas vitórias contra atletas top 10.

Sobre o Ranking

O termômetro leva em conta competições (nacionais e internacionais), a saúde do atleta (se está lesionado ou em recuperação), o momento vivido (como foi nos últimos torneios), adversários (como estão os maiores rivais), os últimos Mundiais (2013, 2014 e 2015) e a força que costuma ter em momentos decisivos dos grandes eventos.

Os nomes acima são os que aparecem mais cotados para subir ao pódio em 2016. Todos estão entre os melhores do mundo e têm chances reais de medalha em 2016. Os nomes acima fazem parte da elite do esporte no país.

Claro que alguns atletas de peso do Brasil estão fora desta lista, pois não conquistaram uma medalha recente em grandes competições. Por isso, nas próximas semanas, devemos ter muitas inclusões na lista.

 

Fonte: Globo.Esporte.com



Deixe seu comentário


Publicidade