Inicio Destaques Coreia do Sul tem a 1ª morte pelo novo coronavírus

Coreia do Sul tem a 1ª morte pelo novo coronavírus

217
0
SHARE

A Coreia do Sul registrou nesta quinta-feira (20) a primeira morte provocada por Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. A informação foi divulgada pela agência de notícias Yonhap News, citando autoridades locais.

A maioria dos casos da Coreia do Sul estão ligados a uma pessoa com o vírus que frequentou igreja e hospitais antes de testar positivo para a doença. Ao todo, a Coreia do Sul tem 104 casos confirmados de Covid-19.

Novo método

As autoridades chinesas mudaram, mais uma vez, a forma como contabilizam novas infecções diárias pelo coronavírus, informou a Associated Press nesta quinta-feira (19). Agora, não estão sendo mais considerados casos que tiveram resultados negativos em exames de laboratório.

Entre o primeiro levantamento feito por autoridades de saúde chinesas na quarta (18) e nesta quinta, foram registradas 114 novas mortes pela Covid-19, número que mostra uma queda em relação às 1.749 registradas nas 24 horas anteriores.

Cientistas decifram estrutura no novo coronavírus que pode ajudar na fabricação de vacinas

A redução de novos casos na China se deve, parcialmente, ao fato de trabalhadores de saúde terem deixado de diagnosticar pacientes de forma imediata e de ter havido refinamentos na classificação dos sintomas, explicou Wang Guiqiang, especialista em doenças infecciosas no da Universidade de Pequim, à Associated Press.

Confira a situação em relação ao coronavírus até as 7h30 desta quinta (20):

2.121 mortes na China
7 mortes em outros países – Filipinas (1), Japão (3), França (1), Irã (1), Coreia do Sul (1)
74.675 casos confirmados na China
929 em outros países

“Super disseminação”

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou nesta quinta (19) que está em contato com a Coreia do Sul para auxiliar nos casos Covid-19, concentrados na cidade central de Daegu, informou a Reuters.

De acordo com a agência de notícias, as autoridades sul coreanas estão tratando o caso como um “evento de super disseminação” .

Dos 22 novos casos de coronavírus registrados na quarta-feira, 14 eram de pessoas ligadas a uma igreja em Daegu.

“A OMS não usa “super disseminação” como termo técnico. No entanto, pode haver incidentes de transmissão em que um grande número de pessoas pode ser infectado de uma fonte comum. Isso pode ocorrer por várias razões ambientais e epidemiológicas”, afirmou o porta-voz da OMS Tarik Jasarevic.

Fonte: G1

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here