Inicio Campina Grande Reitor da UEPB rebate: “Quem comete crime é o governador”

Reitor da UEPB rebate: “Quem comete crime é o governador”

202
0
SHARE

O reitor da Universidade Estadual da Paraíba, Antônio Rangel Júnior, comentou sobre falas do governador Ricardo Coutinho à imprensa, de que ele “estaria deixando de repassar recursos ao PBPrev”.

Em resposta à afirmação, durante entrevista à Rádio Campina FM, na tarde dessa sexta-feira, 03, o reitor ressaltou que o governador é quem estaria cometendo o crime de calúnia e difamação.

– O governador disse que eu cometi crime deixando de passar recursos para a PBPrev, mas é ele quem comete um crime de calúnia e difamação. Mas, eu vou fazer o quê? Acionar o governador na Justiça? Isso fica feio, não precisava disso e é um desserviço ele usar a imprensa para atacar a universidade e a mim, de forma pessoal – disse.

Rangel lembrou que durante entrevista concedida à Rádio Campina FM nesta semana, Ricardo Coutinho disse que ‘a gestão da UEPB gasta mais em diária e passagem do que o governador’.

Segundo o reitor, esta seria uma forma de atingir a imagem dele, como se o fato de receber diárias fosse ilícito.

– Acho feio para um governador deixar seus afazeres para vir denegrir a imagem das pessoas. Ele deve entender que não é o mais importante dos paraibanos, mas sim os cidadãos são importantes. Ele usa para me atacar, o fato de eu receber diárias, como se fosse ilegal. Isso é antiquado demais e foge do que ele prega, que é o de fugir da velha política – rebateu.

Rangel ainda disse que durante o governo do socialista, a Universidade abriu sim novos cursos, inclusive de pós-graduação e técnico, rebatendo outra afirmação do governador, de que a ‘UEPB não o teria deixado abrir nenhum curso’.

As informações são da Rádio Campina FM.

Fonte e Imagem: Paraiba Online

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here