Inicio Brasil Palmeiras busca empate com São Paulo no Morumbi com cobertura de Dudu...

Palmeiras busca empate com São Paulo no Morumbi com cobertura de Dudu e lance bizarro de Volpi

919
0
SHARE

Um lance que misturou falha e má sorte do goleiro Tiago Volpi acabou dando ao Palmeiras o empate com o São Paulo por 1 a 1, no Morumbi, na noite deste sábado, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, duelo que marcou o retorno da competição após quase um mês de pausa por causa da Copa América no Brasil.

Volpi era o nome do São Paulo no segundo tempo. O time vencia desde os 9 minutos da primeira etapa (gol de Pablo) por 1 a 0, mas recuou após o intervalo. O goleiro fez boas defesas e teve o nome gritado nas arquibancadas, mas a situação foi por terra aos 25 do segundo tempo.

Um chute de Dudu acabou desviando em Reinaldo. A bola subiu, encobriu o arqueiro tricolor, bateu no travessão, nas costas do são-paulino e entrou.

A igualdade deixou o time do São Paulo cabisbaixo. A equipe soma agora oito partidas consecutivas sem vencer (somando dois compromissos pela Copa do Brasil). Tem 15 pontos e aparece no oitavo lugar na classificação (posição que pode mudar ainda no complemento da rodada).

E a equipe continua sem vencer clássicos no ano. Aliás, o último triunfo foi em 21 de julho do ano passado, contra o Corinthians…

Já o Palmeiras mantém-se firme como líder isolado, agora com 26 pontos. Além disso, ampliou para 33 partidas sua invencibilidade em jogos de Campeonato Brasileiro. A marca leva em conta 23 partidas do ano passado (17 vitórias e seis empates) e dez neste ano (oito vitórias e dois empates).

O time alviverde estava bem modificado no Morumbi. O técnico Luiz Felipe Scolari mexeu em cinco posições no time titular alviverde. Tirou Gustavo Gómez e Luan da zaga e Felipe Melo, Bruno Henrique e Lucas Limas do meio de campo para poupá-los.

No próximo sábado, o Palmeiras visitará o Ceará, no Castelão, pela 11ª rodada do Brasileirão, mas antes enfrentará o Internacional na quarta-feira, dia 17, na partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil.

O São Paulo terá tempo para trabalhar. O próximo compromisso é dia 22 contra a Chapecoense, no Morumbi.

O autor do tento tricolor preocupa. Ele foi substituído na volta do intervalo com dores no joelho direito.

TELÕES NO MORUMBI

Os dois telões no estádio já tinham sido inaugurados durante a disputa da Copa América no Brasil, mas foi a primeira vez que a torcida do São Paulo pode ver os equipamentos utilizados em um jogo da equipe tricolor.

O resultado agradou. Torcedores que eram focalizados pelas câmeras e apareciam nos telões acabaram fazendo festa.

Durante o intervalo, as telas mostraram a atacante Cristiane nas arquibancadas (ela é do time feminino do São Paulo). Nova festa.

TRICOLOR COM TUDO

Os primeiros minutos foram do São Paulo. Muito pela boa atuação coletiva. A defesa conseguiu anular bem Dudu e Deyverson. E na frente Antony, Hernanes, Pato e Pablo estavam atentos, bem entrosados e deram trabalho aos palmeirenses.

A primeira boa finalização demorou um pouco para sair, mas aos 9 minutos o placar foi aberto com Pablo.

O mérito do gol tem de ser dividido com Hernanes. Foi em uma jogada do Profeta, pelo lado direito do ataque, que o caminho foi aberto. O camisa 15 avançou e cruzou rasteiro para a área. O camisa 9 finalizou gol em apenas um toque e marcou.

Depois, aos 15, em nova jogada individual de Hernanes quase o segundo gol.

Dessa vez ele fez a infiltração pelo meio da defesa palmeirense, passou por dois marcadores e rolou a bola para Pablo, dentro da área. O atacante ajeitou e bateu, mas o zagueiro Edu Dracena conseguiu bloquear e salvou o Palmeiras.

RESPOSTA (ÚNICA)

O Palmeiras não foi bem durante a primeira etapa. Os laterais Marcos Rocha e Diego Barbosa não conseguiram avançar para o ataque, Moisés e Thiago Santos cometeram muitos erros. E Dudu, Zé Rafael e Deyverson ficaram praticamente apagados.

O único que deu uma resposta para buscar o empate foi Gustavo Scarpa.

Aos 23, ele aproveitou um cruzamento bem feito da lateral e finalizou de dentro da área, com muita força, e de primeira. O goleiro Tiago Volpi conseguiu espalmar e evitar o empate alviverde.

O DRAMA DE PABLO

Bem na partida, Pablo sofreu aos 40 minutos, quando caiu em cima do próprio joelho (direito) em lance com Thiago Santos. Foi retirado de maca, recebeu atendimento fora do campo e voltou para jogar os minutos finais. Depois foi substituído por Raniel.

RECOMEÇO QUENTE

A torcida no estádio mal teve tempo de se sentar na volta do intervalo. Primeiro porque Deyverson ficou cara a cara com Volpi, chutou com força e viu o goleiro fazer uma defesa importante antes do cronometro apontar um minuto do segundo tempo.

Depois porque no segundo minuto de jogo Weverton fez duas defesas cruciais e em poucos segundos de diferença. Espalmou um chute de Raniel e depois se esticou para defender a finalização de Reinaldo, que pegou o rebote.

EMPATE BIZARRO

Bizarro é uma das formas de adjetivar o gol de empate do Palmeiras. Mas outras formas são válidas, como má sorte.

Isto porque o empate ocorreu aos 25 em um lance que Dudu chutou de longe. A bola desviou em Reinaldo, encobriu Tiago Volpi, bateu no travessão, nas costas do goleiro e entrou.

Volpi estava bem na partida. Teve o nome gritado nas arquibancadas durante o segundo tempo, quando foi mais exigido.

No entanto, ficou cabisbaixo após o empate do Palmeiras.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 1 X 1 PALMEIRAS
CAMPEONATO BRASILEIRO 2019 – 10ª RODADA
DATA:
sábado, 13 de julho de 2019
HORÁRIO: 19h (de Brasília)
LOCAL: estádio do Morumbi, São Paulo (SP)
PÚBLICO: 38.267 presentes
RENDA: R$ 1.177.165,00
ÁRBITRO: Bruno Arleu de Araujo
ASSISTENTES: Michael Correia e Thiago Henrique Neto Correa Farinha
GOLS: Pablo (SPO), aos 9 min do 1º tempo; Dudu (PAL), aos 25 min do 2º tempo
CARTÃO AMARELO: Arboleda, Hudson e Raniel (SPO); Antônio Carlos, Carlos Eduardo e Moisés (PAL)

SÃO PAULO: Volpi; Hudson, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Tchê Tchê e Hernanes (Igor Gomes); Antony, Pablo (Raniel) e Pato (Toró). Técnico: Cuca

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diego Barbosa; Thiago Santos, Moisés e Gustavo Scarpa (Raphael Veiga); Dudu (Willian), Deyverson e Zé Rafael (Carlos Eduardo). Técnico: Luiz Felipe Scolari

Fonte: ESPN

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here