Inicio Brasil Praia Clube atropela Sesc/RJ na 2ª final, vence Super Set e conquista...

Praia Clube atropela Sesc/RJ na 2ª final, vence Super Set e conquista a Superliga

189
0
SHARE

Pela primeira vez na história, uma Superliga foi decidida num set extra de 25 pontos, o chamado Super Set. Vitorioso por 3 a 1 no primeiro jogo no Rio, o Sesc/RJ, de Bernardinho, viu o Praia Clube, das campeãs olímpicas Fabiana, Fernanda Garay e Walewska, triunfar por 3 sets a 0 (parciais de 25/19, 25/23 e 25/17), neste domingo, no ginásio Sabiazinho, em Uberlândia (MG), na partida que marcou a aposentadoria de Fabi. No Super Set, a equipe mineira demonstrou a mesma supremarcia, triunfando por 25 a 18.

Fê Garay deixou a quadra com status de grande nome da decisão, assim como Amanda, que jogou boa parte da final machucada após chocar-se com uma placa de publicidade. Eleita a melhor defesa da temporada, a líbero Suelen foi outra jogadora muito saudada pelos 5.500 torcedores que lotaram o Sabiazinho. Foi o primeiro título de Superliga do Praia. O Sesc/RJ segue como maior vencedor, com 12 conquistas.

O Sesc/RJ voltou para o segundo set errando menos, mas do outro lado havia uma Fabiana inspirada. Dominando as disputas na rede, a central fez 5 a 3 num bloqueio. O Sesc/RJ reagiu, reequilibrando as ações. Num ponto de bloqueio de Juciely, as visitantes passaram à frente: 10 a 9. Pouco depois, Roberta conseguiu um ace, fazendo 14 a 12. Após o 15º ponto das cariocas, Paulo Coco parou o jogo. Mesmo com a parada, o Sesc/RJ seguiu melhor. Mayhara anotou o 16º ponto. Monique, numa bola de fundo, marcou 20 a 18. Quando o Praia parecia entregue, Fawcett conseguiu dois pontos seguidos, empatando em 21 a 21, trazendo a torcida de volta à partida. Em seguida, Amanda virou – 22 a 21. O Sesc/RJ não se encontrou mais e acabou derrotado por 25 a 23.

Jogando o seu tudo ou nada para evitar o Super Set, o Sesc/RJ abriu 3 a 0 no início do terceiro set. O time da casa não se abalou e foi buscar a virada, com Amanda marcando 6 a 5. Pouco depois, Fê Garay, em mais um ataque certeiro, ampliou para 9 a 6. O time do Rio sentiu. Num bloqueio de Fawcett, o Praia abriu quatro pontos – 10 a 6. Empolgada, a americana cresceu na partida, fazendo mais três pontos em sequência. Com 15 a 9 a seu favor, o time mineiro não perdeu mais a dianteira no placar. Completamente dominado, o Sesc/RJ viu o rival fechar em 25 a 17, levando a decisão para o Super Set.

Emoção até o fim

O set extra começou favorável ao Praia, que abriu 2 a 0. O Sesc/RJ empatou em 3 a 3 num ataque de Drussyla no bloqueio. A virada veio numa bola de Amanda na antena.O Praia virou novamente (7 a 6) num ponto da levantadora Claudinha. Reclamando muito da arbitragem, Bernardinho viu o seu time fazer 9 a 8 em mais um ponto de Drussyla, dessa vez num rali espetacular. Ao tentar salvar uma bola, Amanda chocou-se com uma placa de publicidade, sofrendo uma lesão no braço. Mesmo com dores, ela seguiu na partida.

O jogo seguiu emocionante até o fim. Garay fez 15 a 13 para as donas da casa. Na reta final, o Praia chegou a abrir 19 a 16, ficando muito perto da vitória. O 20º ponto foi marcado por Walewska numa bola de meio – 20 a 17. Após um toque na rede de Roberta, o time de Uberlândia ficou a quatro pontos do título. Empurrado pela torcida, o Praia não teve dificuldades para fechar o Super Set em 25 a 18. O ponto do campeonato foi marcado por Fawcett.

Praia Clube 3 x 0 Sesc/RJ (Super Set: 1 x 0)

Local: Arena Tancredo Neves (Sabiazinho) – Uberlândia (MG)
Sets do jogo: 25/19, 25/23 e 25/17
Super Set: 25/18

Praia Clube: Claudinha, Walewska, Fernanda Garay, Amanda, Fabiana e Fawcett. Líbero: Suelen. Reservas: Andréia, Ellen, Laís, Carla, Ananda e Bruna Pavan. Técnico: Paulo Coco.

Sesc/RJ: Roberta, Juciely, Monique, Gabi, Drussyla e Mayhara. Líbero: Fabi. Reservas: Natiele, Carol Leite, Vivian, Vitória, Peña, Mikaella e Linda Jéssica. Técnico: Bernardinho.

Fonte: Globo.Esporte.com por  Flávio Dilascio e Lucas Papel,Uberlândia/MG

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here