Secretaria de Saúde divulga terceiro levantamento sobre Aedes aegypti em 2015

    57
    0
    SHARE

    dengueA Secretaria de Saúde de Campina Grande divulgou nesta quarta-feira, 8, o terceiro Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti (Liraa). O Índice Geral do município da infestação do mosquito transmissor da dengue é de 7,6%. O trabalho foi realizado entre os dias 29 de junho e 3 de julho.

    Foram vistoriadas 8284 casas e 136 Agentes de Combate a Endemias participaram do levantamento. Os bairros com os maiores índices são Presidente Médici, Quarenta e Santa Cruz (11,5); seguidos por Jardim Paulistano e Cruzeiro (11,0); Malvinas I (10,5); e Santo Antônio, Monte Castelo, Mirante e José Pinheiro (10,3).

    A Secretaria abriu espaço para que as pessoas ajudem no combate ao mosquito com os canais de contato exclusivo para denúncia de pontos de proliferação do mosquito. O Disque-Dengue é por meio do telefone 3322-5076 e o Denguezapp é um canal de troca de mensagens instantâneas através do aplicativo whatsapp em que as pessoas podem mandar fotos e vídeos dos locais infestados. O telefone do Denguezapp é 99991-0553.

    A Coordenação de Zoonoses e Vigilância Ambiental desenvolve um trabalho educativo em escolas e eventos com a conscientização para a prevenção à doença. Além disso, são realizadas ações como a coleta de pneus e outros objetos que possam servir de criadouros para o mosquito, bem como a borrifação e a colocação de peixes nas cisternas. “Com o início do racionamento de água na região, os moradores passaram a utilizar caixas, tonéis e baldes para acumular água e a Secretaria de Saúde disponibilizou tampas para fechar estes recipientes e evitar que fiquem expostos”, disse a Coordenadora de Zoonoses do município, Rossandra Oliveira.

    Desde o início do ano, 406 casos foram notificados da dengue em Campina Grande e 99 foram confirmados, de acordo com os registros do Sistema de Informação de Agravos de Notificação – Sinan.. No entanto, a cidade não apresentou nenhum caso de chikungunya, doença que também é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, mas que provoca sinais mais fortes como febre alta e dores nas articulações, podendo levar a morte.

    imagem

    Fonte: Codecom

    LEAVE A REPLY

    Please enter your comment!
    Please enter your name here