Inicio Destaques Menina com suspeita de covid-19 é estuprada no hospital, denuncia mãe

Menina com suspeita de covid-19 é estuprada no hospital, denuncia mãe

72
0
SHARE

A criança tem dois anos e ficou isolada da mãe, por orientação do hospital

A polícia de Pretória, capital da África do Sul, investiga o caso de uma menina de dois anos que foi estuprada, de acordo com os pais, no hospital Dr. George Mukhari, um hospital universitário.

Em entrevista à imprensa local, a tia da criança, que não se identificou, disse que a pequena e a mãe foram encaminhadas ao hospital no dia 15 e junho. A menina estava com dificuldades para respirar e deveria fazer o teste para detectar a covid-19. Então, o hospital comunicou que ela precisaria ficar isolada e a mãe foi orientada a ir para casa. 

Depois, os funcionários da unidade de saúde ligaram para a mãe dizendo que a menina estava chorando, mas que ela tinha conseguido dormir. A criança teve alta no dia seguinte e os médicos disseram que seu teste deu negativo para o coronavírus.

A tia contou que, na volta, a menina começou a se comportar diferente. “Ela estava com dificuldade para andar e sempre chorava. Vi que tinha algo errado com a minha menina. Enquanto a mãe trocava a fralda, descobriu um líquido branco em suas partes íntimas. Ela inicialmente pensou que era medicação, pois a criança estava no hospital. Mas, no dia seguinte, esse mesmo líquido ainda estava saindo”, disse.Com o passar do tempo, a situação da criança ficava cada vez mais estranha. Ela se recusava a brincar e sempre chorava. Quando a mãe a examinou, percebeu algo estranho com as suas partes íntimas e levou a filha ao hospital. Na clínica KT Motubatse, a enfermeira que atendeu a criança disse que havia indicação de que ela teria sido molestada. 

Além da investigação da polícia, o hospital também relatou que está fazendo sua própria investigação sobre o ocorrido.

Fonte: Redação com revista Crescer

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here