Inicio Brasil Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe supera meta de imunização dos...

Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe supera meta de imunização dos trabalhadores da saúde

53
0
SHARE

Os dados mais recentes do DataSUS apontam que a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe superou a meta de vacinar 90% dos trabalhadores da saúde contra o vírus Influenza.

De acordo com o Vacinômetro, até o dia 6 de maio, cerca de 4,9 milhões dos pouco mais de 5 milhões de trabalhadores da saúde foram vacinados, o que representa 98%. Junto aos idosos — em que a cobertura vacinal foi alcançada — esse grupo compõe o público-alvo da primeira fase da campanha, que ocorreu entre 23 de março e 15 de abril.

O Ministério da Saúde reafirma que aqueles que perderam a oportunidade de receber a vacina nesse período, devem buscar um posto de vacinação. Isso porque a campanha se estende até o dia 5 de junho.

Segundo as autoridades em saúde, a vacinação dos trabalhadores da saúde é fundamental por dois motivos: primeiro, porque impede que esses trabalhadores fiquem doentes pelo vírus da gripe e possam transmiti-lo para outras pessoas e até mesmo para seus pacientes e, segundo, porque diminui os possíveis afastamentos dessa força de trabalho do sistema de saúde. É o que explica Geraldo Ferreira Filho, presidente do Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte.

“A cada ano a vacina é fortalecida enquanto medida preventiva para evitar os afastamentos sistemáticos e subtração dessa força de trabalho, como médicos, enfermeiros, dentre outros, de essencial importância à assistência para a população. Esses trabalhadores, via de regra, estão procurando [a vacinação] de forma acentuada, por reconhecer seus benefícios, o que pode levar a falta da vacina em alguns serviços, mas que estão sendo repostas.”

A Campanha Nacional de Vacinação está na segunda fase, que vai até o dia 10 de maio. O público-alvo desta etapa são pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais, membros das forças de segurança e salvamento, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo e trabalhadores portuários.

De 11 de maio a 05 de junho, será realizada a terceira fase, que ocorrerá em duas etapas, sendo a primeira de 11 a 17 de maio, voltada para a crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, gestantes, puérperas no pós-parto até 45 dias e pessoas com deficiência. A segunda etapa, ocorrerá no período de 18 de maio a 5 de junho, irá incluir pessoas de 55 a 59 anos e professores das escolas públicas e privadas.

Com as novas datas da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, o último dia para vacinação será 5 de junho. Até lá, o Ministério da saúde pede para que todos os grupos contemplados para a vacinação não deixem de procurar um posto de saúde para se vacinar..

A vacina protege contra os três tipos de vírus Influenza mais comuns no Brasil, os vírus influenza A(H1N1)pdm09, A(H3N2) e Influenza B. Segundo Francieli Fontana, coordenadora geral do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde, a vacina influenza não protege contra o coronavírus, mas vai facilitar o diagnóstico dos pacientes que contraírem infecções respiratórias e evitar que o sistema de saúde seja sobrecarregado durante a pandemia.

“Essa vacina não protege contra o coronavírus e, sim, contra a Influenza, mas pode auxiliar nos diagnósticos para Influenza e, com isso, tentar identificar mais rapidamente o coronavírus. O Ministério da Saúde com a antecipação da Campanha Nacional de Vacinação pretende, proteger a população contra a Influenza e, também, minimizar os impactos sobre os serviços de saúde”.

Em caso de fila, mantenha distância de pelo menos 2 metros dos demais, evite aglomerações.

E, para mais informações sobre a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, acesse: saude.gov.br/vacinabrasil.

Arte: Agência do Rádio

Fonte: Agência do Rádio

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here