Inicio Campina Grande Procon compara preços dos ovos de Páscoa e de pescado em estabelecimentos...

Procon compara preços dos ovos de Páscoa e de pescado em estabelecimentos de Campina Grande

86
0
SHARE

O Procon de Campina Grande realizou na última terça-feira, 02, uma pesquisa comparativa de preços de ovos de chocolate e de pescado em nove supermercados da cidade. Foram analisados os preços de 22 ovos de chocolate, das principais marcas do mercado, e de 20 diferentes tipos de peixes. Além da pesquisa o material traz algumas dicas e orientações úteis para realizar as compras no período da Páscoa.

No levantamento, realizado pelo Procon Municipal, chama a atenção para a grande diferença de preços que um mesmo produto pode apresentar, mudando apenas o estabelecimento. A exemplo do ovo Kit Kat (332g) que pode custar R$ 14,50 a mais entre os estabelecimentos pesquisados. O produto foi encontrado por preços que variam de R$ 48,49 até R$ 62,99. Se o consumidor pesquisar também pode economizar até R$ 9,21 na compra do ovo Nestlé Classic (185g).

Já entre os peixes, um dos mais populares no prato do paraibano, o quilo do filé de Merluza, pode custar até R$ 25,81 a mais na cesta de compras para a Semana Santa, ou seja, apresentou uma variação de até 117% entre os estabelecimentos pesquisados. O filé de Tilápia também apresentou uma alta variação de preços, quem pesquisar pode encontrar o produto a preços que vão de R$ 30,69 a R$ 63,32.

Outros pescados não apresentaram variação de preço, a exemplo do quilo das lascas de bacalhau, que estão custando R$ 77,99 em todos os supermercados visitados.

A pesquisa já está disponível no site e o Procon continua com a orientação ao consumidor. “Sempre que possível, compare preços em panfletos, anúncios, encartes publicitários e no site do Procon de Campina Grande http://procon.campinagrande.pb.gov.br/. Com a pesquisa, o consumidor pode verificar quais preços são mais atrativos e, ainda, exigir o cumprimento da oferta, no caso de publicidade enganosa”, orienta Rivaldo Rodrigues, coordenador executivo do Procon Municipal.

Fonte: Codecom

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here