Dagoberto dá adeus elogiando torcida e direção

    170
    0
    SHARE

    Dagoberto se despediu sem atrito no São Paulo. Nesta sexta-feira, o Tricolor divulgou um vídeo do adeus do atacante. Apesar do clima turbulento que cercou a saída dele, o jogador fez inúmeros agradecimentos e até elogiou o presidente Juvenal Juvêncio. O atacante vai defender o Internacional a partir de janeiro de 2012.

    – Primeiramente, queria agradecer a todos, agradecer a diretoria, a toda equipe que trabalha nessa instituição que aprendi a gostar, respeitar e admirar. Tive quase cinco anos de muitas alegrias, conquistas, que ficarão marcados na minha vida, na minha história, na história do clube também. Acho que procurei sempre fazer meu melhor. O carinho que estou levando vai ficar guardado para o resto da minha vida. Sou grato por tudo. Quando saio na rua tenho o carinho de todos. É isso nós levamos da vida – disse.

    Contratado do Atlético-PR como uma grande aposta, Dagoberto ficou cinco anos no São Paulo, conquistando duas vezes o Campeonato Brasileiro. O atacante, porém, viveu momentos de oscilação e nunca explodiu como esperou a diretoria. Em 241 jogos, fez 61 gols. A relação com o clube ficou ruim no fim de 2011, quando já negociava com o Internacional. Tanto que sequer ficou no banco de reservas na última rodada do Campeonato Brasileiro.

    – Cheguei aqui um menino, cheio de sonhos e objetivos. E tenho certeza de que estou saindo um homem realizado, com filhos, casado. Tenho certeza que vou levar as boas lembranças. Fiz muitos amigos aqui. Peço perdão por quem se sentiu ofendido, meus erros, mas procurei sempre fazer o meu melhor, principalmente ao torcedor são-paulino – ressaltou.

    Dagoberto já não tinha também uma boa relação com a diretoria. Em determinado momento da temporada, o jogador reclamou publicamente que nunca havia sido procurado pela direção para renovar contrato. Mesmo assim, elogiou o presidente Juvenal Juvêncio.

    – Agradeço ao Juvenal, que é uma figuraça, um cara bacana, leal, que joga limpo, joga duro muitas vezes, mas sempre em prol do clube. Minha história foi linda e agradeço de coração a todos. Obrigado de coração mesmo. Estou por um lado triste, mas feliz por ter feito parte desta historia. Desejo todo sucesso ao São Paulo. Vou construir minha vida, buscar novos ares, novos desafios. A vida é feita disso. Obrigado – finalizou.

    Dagoberto tinha contrato com o São Paulo até o dia 18 de abril, mas o Internacional pagou R$ 1,4 milhão para tê-lo já em janeiro.

    LEAVE A REPLY

    Please enter your comment!
    Please enter your name here