Inicio Campina Grande Pesquisa do Procon de Campina Grande revela que preço da cesta básica...

Pesquisa do Procon de Campina Grande revela que preço da cesta básica subiu 3,5%

22
0
SHARE

Já está disponível no site do Procon de Campina Grande o resultado da pesquisa mensal de preços da cesta básica regional. Para este mês de janeiro, comprar a cesta básica custou ao campinense um valor médio de R$ 648,66. Em comparação com o mês de dezembro de 2020, cujo preço foi R$ 626,75, constatou-se um aumento de R$ 21,91, ou seja, 3,5%. A pesquisa de preços foi realizada no período de 06 a 09 do presente mês, em 60 supermercados da cidade.

No grupo das carnes, a carne de sol apresentou a maior variação (93,06%). O quilo deste produto pode ser encontrado a preços que vão de R$ 29,99 até R$ 57,90. E quem pesquisar pode economizar até 27,91 reais. Já o quilo do frango pode ser comprado a preços que vão de R$ 7,39 até R$ 13,50 e a dúzia de ovos brancos também apresentou uma boa diferença de valores, pode ser comprada a preços que variam entre R$ 5,99 e R$ 7,79.

Do grupo dos farináceos, a goma de tapioca mostrou a maior diferença de preços. O montante de três quilos deste produto apresentou uma variação de 84,23%. Já no grupo dos produtos de higiene e limpeza, o sabão em pó apresentou uma diferença de 467,89%. A caixa de 500g pode ser encontrada a preços que vão de R$ 1,09 a R$ 6,19.

Na cesta de hortifrúti, o quilo da cenoura apresentou uma variação de 406,52%. Quem pesquisar pode economizar até R$ 5,61. A maçã apresentou a menor diferença de preços. O quilo pode ser comprado a valores que vão de R$ 7,29 até R$ 12,90. E, por fim, no grupo dos temperos, o pacote de 500 gramas do sal moído apresentou variação de 224,49%.

Com relação ao mês anterior, o produto que apresentou uma maior variação foi à cebola, que subiu 33,70%. Em seguida estão o inhame cará (que aumentou 14,22%) e o maracujá, que subiu 13,56%. Lembrando que em todos os supermercados selecionados foi considerado o produto com o menor preço, ou seja, não foi levada em consideração nenhuma marca.

Considerando o rendimento familiar do salário mínimo (R$ 1.100,00), o comprometimento do salário neste mês, para a compra da cesta básica, foi de aproximadamente de 58,97%. Isso significa que restará 41,03%, o equivalente a R$ 451,34 reais, para demais compromissos tais como o pagamento das contas da água, energia elétrica, internet e do transporte, entre outras despesas.

A pesquisa completa está disponível no link https://procon.campinagrande.pb.gov.br/category/pesquisa-de-preco/2021/

Fonte: Codecom

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here